Pausa para almoçar. Agora, em bom.

À MESA COM

CAROLINA FLORES

Trendsetter, cool hunter,  apaixonada por estética, pela forma e pelo conteúdo; por moda, por beleza e por arte. Carolina Flores, 1990, web designer de profissão e designer de produto de formação - licenciou-se nas Belas Artes de Lisboa - interessa-se por mil universos e coleciona pedaços de inspiração, referências e sonhos no Last Minute Dreams, uma das plataformas em que a podemos seguir há quase 10 anos.

Por ter um blog mas o encarar de uma forma diferente do habitual, já se chamou - e foi chamada - de a blogger menos blogger da blogosfera. Por desempenhar vários papéis e nunca parar de evoluir e experimentar, é uma pessoa difícil de definir.

"Acho que sou uma tentativa de sucesso/erro que anda por aí. Acredito genuinamente que é assim que o caminho é para ser feito e que não conseguimos ser felizes a fazer sempre a mesma coisa! Sou Blogger, Designer, Influencer, Web Designer, Account..."

Carolina rodeia-se de inspirações e referências ecléticas que a influenciam muito para além da forma como se veste ou maquilha. E é pela diferença em relação à forma como aborda o seu blog e Instagram, diários gráficos dos seus dias, que se destaca na multidão.

"​O blog surgiu de uma vontade de fazer algo para além das Belas Artes - tinha acabado de entrar e não estava muito feliz. Tive de procurar outro caminho sem saber bem que o estava a fazer. Na altura não existiam blogs e muito menos Instagram. 9 anos passaram..."

Muito atenta às tendências que se iam espalhando pelo mundo e ao boom do digital, rapidamente se tornou ávida consumidora deste tipo de conteúdos e, daí a criar o seu próprio espaço e começar a partilhar as suas referências, foi um passinho. O Last Minute Dreams cresceu num frenesim e hoje já é parte da identidade de Carolina, não só mas também como segundo emprego.

"O bom timing e a dedicação diária que lhe dou fez com que faça, actualmente, parte da minha vida profissional. É ao mesmo tempo o meu diário visual onde partilho tudo aquilo que gosto: a minha paixão por Moda, a minha relação pessoa-objecto com a mesma, a minha relação com a comida (que é extraordinária, ahah!), algumas das minhas colagens, a minha cidade e todas as que vou. E claro, o meu cão Patch, um dálmata que dorme em posições bizarras."

Com dias cheios de desafios, oportunidades e um trabalho a tempo inteiro, um dia normal começa sempre da mesma forma. "Acordo sempre por volta das 8:00, arranjo-me, bebo o meu leite de aveia com café - sempre! Vou trabalhar e aguardo ansiosamente pelo almoço. É a altura do dia em que relaxo um bocadinho e posso estar na palhaçada com os meus amigos."  A hora de almoço é a pausa que elege no seu dia.

"Uma hora de almoço típica é comer qualquer coisa rápida no escritório. Uma hora de almoço perfeita é aquela que não tem horas de acabar!"

Conjugar todas as obrigações profissionais, o blog, a família, o namorado, os amigos, o Patch e o Zappa (o gato baptizado em honra de Frank Zappa!) e o tempo para si própria não é fácil mas Carolina já aprendeu a gerir e equilibrar todos estes universos e já se habituou a definir bem as suas prioridades. "Sempre dei mais importância aos meus amigos, família, namorado do que ao trabalho porque acredito que in the end é o que é mais importante e me faz mais feliz, são as memórias com eles que não me vou esquecer. O truque para conciliar tudo é ser bastante organizada e fazer por vezes algumas cedências!"

E se não é fácil equilibrar tudo, comer bem quando está permanentemente a correr ou a tentar ganhar tempo para desfrutar de não ter nada para fazer também não é tarefa simples.  Para supreender em apenas 5 minutos ao fogão, elege uma massa al dente com muito picante; no entanto, admite que a cozinha não é o seu forte.

"Quando saí de casa dos meus pais tive de me adaptar. A minha mãe e o meu pai são os dois exímios cozinheiros - a minha mãe faz a melhor comfort food de inverno, uma feijoada irresistível! Infelizmente, não saí a eles. Esforço-me porque sei a importância de comer bem mas confesso que não gosto de passar muito tempo na cozinha..."

Ainda assim, a alimentação de Carolina é consciente e cuidada - à parte das óbvias escapadinhas para jantares de amigos ou almoços na rua, há um cuidado nas escolhas que faz e na forma como encara a sua dieta. 
 

"Se quando era miúda comia o que queria e me apetecia agora tento ter algum cuidado, evitar algumas coisas e inserir mais verdes, fruta e proteínas na minha alimentação. Não bebo leite e só como iogurtes de soja porque quando comecei a deixar de consumir lactose notei logo uma grande melhoria na minha pele. Ao queijo, infelizmente, não consigo resistir."

Nunca experimentou ser vegan mas gostava e nunca se rendeu a tendências neste campo - gosta do equilíbrio e garante afastar-se de tudo o que são extremismos, passageiros ou não. Também não é fã das saladas mais clássicas, verdes, e garante que não consegue comer apenas um prato de folhas verdes e sentir-se satisfeita - gosta muito de almoçar saladas repletas de cores, com ingredientes de várias texturas e molhos ricos, com misturas de quinoa, cuscuz ou arroz que a façam sentir-se saciada e, acima de tudo, feliz. E adora almoçar junto ao rio - seja num restaurante com vista privilegiada ou num jardim num dia de sol, Carolina não perde uma oportunidade para levar o almoço à rua e aproveitar para descontrair longe da secretária.
 



5 PERGUNTAS EM DISCURSO DIRETO. O FUTURO. AGORA, EM BOM.

O que é que nunca falta na tua despensa? Latas de atum e massa integral.

Qual foi o último ingrediente que descobriste e que te deixou feliz? Rúcula! (risos) Mais vale tarde do que nunca.

Podes não ter tempo para mais nada mas não abdicas de… COMEEEEER! (As pessoas não acreditam mas eu sou mesmo uma mulher de alimento!). Por exemplo, nunca tenho tempo para tomar o pequeno almoço mas nunca abdico desta refeição, e por isso opto por um galão de leite de aveia com café e uma peça de fruta, muitas vezes em andamento. 

Qual a pergunta que mais te fazem? Onde é que compraste *inserir produto*.

Qual a pergunta que nunca te fazem e gostarias que fizessem? Queres ir passar dois meses longe daqui, tudo pago?! Calor incluído. 


O que é o futuro da alimentação, em bom? É uma alimentação equilibrada e biológica. É sabermos o que comemos e comermos de forma consciente sem extremismos nem exageros - tudo é permitido, na medida certa, porque tudo nos faz feliz. E, quando comemos bem, quando comemos correctamente, não há razão para eliminarmos um ou outro prato, um ou outro alimento, só porque não é mega saudável.

E o que é o futuro da Carolina e do LMD? O que podemos esperar para os próximos 6 meses? Veremos… surpresa!!!


A Carolina Flores escreve no blog Last Minute Dreams e partilha o seu dia a dia no  Facebook  do blog  e no seu  Instagram.

SUN&VEGS

AGORA, EM BOM

Almoçar pode ser apenas mais uma pausa obrigatória a meio do dia ou um momento de partilha, descoberta, prazer. É por isso que convidamos quem nunca para de correr para se sentar, respirar e nos contar tudo - sobre si e sobre a comida que faz bem.

Este site usa cookies para recolher informações que ajudarão a optimizar a tua visita. Consulta as informações sobre o uso de cookies na nossa Política de cookies. Ao continuar a usar o nosso site, aceitarás a nossa política de cookies. ACEITO