Feito à Mão. Agora, em bom.

MARCAS À MÃO

Orikomi Lighting

Era uma vez um estúdio de arquitectura - Blaanc - criado em 2008 por quatro mulheres eco-responsáveis e eco-conscientes, amigas dos tempos de Faculdade, preparadas para ajudar a mudar o mundo através da sua arte e com as suas próprias mãos.

Com um trabalho espalhado um pouco por todo o lado, a Blaanc assumiu como sua missão a reabilitação e a construção sustentável que pudesse marcar a diferença na vida das pessoas que a habitassem e a sua envolvente.

Por isso, não foi de estranhar que em 2013 tivessem fundado uma associação sem fins lucrativos, a Adobe for Women, para ajudar a construir 20 casas para mulheres desfavorecidas no México. Cada habitação representava um investimento de €3.000 e reunir os €60.000 necessários levaria estas mulheres a lançarem um conjunto de iniciativas. É assim que esta história começa e é dessas mãos que surge a Orikomi - a marca de candeeiros que nasceu em modo pop up.

O plano inicial era simples: criar peças únicas, que lhes davam prazer a construir, que pudessem vender no Natal de 2013 e cujos lucros revertessem para a Associação. Contavam chegar a familiares, amigos e amigos de amigos enquanto se divertiam e tinham mais uma experiência diferente... e pouco mais. Até que tudo ganhou dimensão e, entre dezembro de 2013 e janeiro de 2014, começaram a receber e-mails de lojas a pedirem para as fornecerem em grandes quantidades. E não estavam preparadas para isso.

“Tivemos a sorte de sermos contactadas por duas grandes marcas internacionais e, depois dessas, naturalmente surgiram outras.”

Este interesse repentino e, podemos dizê-lo, em tempo recorde, obrigou as fundadoras a parar, pensar e repensar o projecto, viabilizando a marca e a sua produção e preparando-a para perdurar no tempo. Já se tinham deparado com algumas dificuldades em encontrar soluções de iluminação diferentes e, considerando que a Orikomi se cruzava tão bem com a Blaanc, fazia todo o sentido aproveitar a oportunidade e ocupar este espaço no mercado.

“Há muitos projectos de arquitectura em que nós fazemos o mobiliário com o apoio de uma carpintaria. Queríamos fazer um projecto que controlamos do início ao fim. E a Orikomi dá-nos isso. A arquitectura tem tantos intervenientes, tantas coisas que escapam ao nosso controlo... e um projecto pode durar 2 anos. Os candeeiros são o oposto – estão nas nossas mãos e, se for preciso, num dia estão feitos.”

Manter os dois projectos em paralelo é uma verdadeira arte. O desafio é, sem dúvida, o equilíbrio - tanto a arquitectura como os Orikomi exigem alma e coração, muito tempo de trabalho e uma verdadeira paixão. Talvez seja também por isso que não trabalham por coleções e ainda não descontinuaram nenhum modelo; o processo criativo procura dar resposta aos sonhos dos clientes – é por isso que há vários tamanhos e é também por isso que surgiu o candeeiro de mesa, com um pé de madeira – e aos seus próprios desejos.

Em termos de produção, o processo passa por várias fases e tem evoluído para garantir a maior eficiência possível - hoje em dia, habitualmente, planeiam, planificam e dobram os candeeiros nas folhas que mais tarde ganharão vida e só quando já têm uma encomenda fechada é que os acabam de montar. Assim, garantem que têm sempre stock enquanto optimizam o espaço sempre escasso, empilhando as folhas.
 

“A primeira razão (para fazer à mão) prende-se com a técnica do origami - orikomi também significa dobrar, dobrar papel (...). A segunda relaciona-se com o facto de todos os processos que são manuais quase não deixarem pegada ecológica - isso interessava-nos muito. Do lado do cliente, as pessoas valorizam ser handmade, ser personalizável - é possível escolher cores, padrões, frases...”

A maioria das pessoas fica apaixonada pelo Orikomi com padrões tropicais, um dos modelos mais icónicos da marca, mas acaba por optar pela versão minimal, branca. Curiosamente, mais de metade dos clientes são mulheres numa fase de maternidade, entre os 25 e os 40 anos, de fora de Portugal - parece haver uma ligação muito directa entre os Orikomi e os quartos de criança. “Os poucos clientes que nós conhecemos são mulheres grávidas a fazer decoração do quarto dos filhos que não querem fazer só mais um quarto... procuram um toque especial.”

 

EM DISCURSO DIRECTO

Por onde passa o futuro da marca? "Gostávamos de continuar a crescer e de irmos complementando a nossa oferta - criámos o table, a versão de mesa, mas queremos conseguir, mantendo-nos fiéis ao espírito da marca, diversificar a gama de produtos sem perder qualidade nem a alma da marca. Também gostávamos de sair para fora da Europa – já o fizemos esporadicamente mas é algo que queríamos reforçar. Os EUA e a Austrália têm muito interesse nos nossos produtos, temos feito algumas vendas directas, mas a logística e custos de transporte têm sido um entrave."

Se pudessem escolher um espaço para terem um Orikomi... "Adorávamos ter um Orikomi em casa de um arquitecto conceituado ou na revista Monocle!"

O futuro da arquitectura e da iluminação. Agora, em bom. “Estamos num mundo onde há muita concorrência, todos os mercados são muito agressivos. Gostávamos que o público pudesse valorizar a sustentabilidade, a pegada ecológica, as técnicas tradicionais... é claro que o nosso produto, por ser feito à mão, é um pouco mais caro mas quem compra deve ser mais consciente com as suas escolhas. Isto também se aplica à arquitectura - a escolher as técnicas certas, os materiais certos, a melhor implantação no terreno. A construção tem um impacto gigante em termos de sustentabilidade e enquadramento - é a quinta indústria mais poluente do mundo! - e tudo o que se decide construir ou fazer vai estar cá durante muitos anos. Construir é uma decisão que tem de ser feita com consciência, com maturidade.”

Um desejo para marcas como a Orikomi... "Temos de nos focar na qualidade do produto mas é preciso todas as outras competências para poder levar estas marcas à internacionalização. E que as pessoas continuem a valorizar cada vez mais este tipo de marcas."



Para além dos pontos de venda físicos, é possível comprar Orikomi através do  site  da marca. Para acompanhar todas as novidades, não te esqueças de seguir o Facebook e o Instagram.

SUN&VEGS

AGORA, EM BOM

Fazer à mão é importante - fazê-lo bem é essencial. Cada pormenor, cada detalhe, cada nuance de um objeto, de um produto, de um prato preparado à mão é único e carregado de histórias. É por isso que as Fresco&Frasco Sun&Vegs são feitas assim. E é por isso que procuramos outras marcas que produzem da mesma forma. Agora, em bom.

Este site usa cookies para recolher informações que ajudarão a optimizar a tua visita. Consulta as informações sobre o uso de cookies na nossa Política de cookies. Ao continuar a usar o nosso site, aceitarás a nossa política de cookies. ACEITO